Estampa de azulejo português é tendência para o verão. Saiba usar

Estilo é versátil e pode ser usado em diferentes ocasiões

20 de setembro de 2013 - por Administrador

A arquitetura sempre inspira a moda, seja em construções e tecidos modernos ou mesmo padronagens que remetem a um período específico. Esse é o caso da tendência que promete ser o ponto forte da primavera e do verão: a estampa de azulejo português. Já desfilada pelas grifes Just Cavalli, Valentino, Pucci, Michael Kors e Moschino, o estilo, com desenhos delicados e cheios de detalhes, vão invadir os guarda-roupas por todo o país.

Arlindo Grund lista cinco peças e uma tendência do inverno para usar no verão

“As estampas chamadas azulejo português tem influência da arquitetura colonial, antes muito utilizada na decoração das casas no Brasil em meados da década de 50. As padronagens geralmente vem nas cores azul e branco ou preto e branco, podendo ser compostas por figuras geométricas, arabescos, flores ou a mistura das mesmas”, explica a consultora de moda e imagem, Camila Diniz.

Em qualquer ocasião

De acordo com a profissional, a estampa é bem versátil, e pode ser usada em ambientes descontraídos ou mesmo muito formais. “Para o trabalho, ela deve ser usada em cortes retos ou de alfaiataria, que mantêm um tom mais formal, através de blazers e calças retas ou flare”, indica. Para sair, os vestidos de tecidos leves e fluidos, shorts ou saias são perfeitos para o clima do verão.

Eliana, Fernanda Pontes e Paloma, personagem de Paola Oliveira em "Amor à Vida", usam estampa de azulejo

“Quanto à mistura das cores, podem ser as próprias encontradas na estamparia, como o azul, branco ou preto, para as mulheres mais clássicas, e, para as mais ousadas, também  peças lisas em pink, verde, caramelo, laranja ou vermelho”, aconselha.

Se você gosta de misturar estampas, também é possível, contanto que se esteja atenta: “a dica é sempre escolher uma peça com estampa maior e outra menor, em que as cores sejam iguais ou semelhantes”.

Para todos os corpos

Apesar de grande e vistoso, esse tipo de “print” pode ser usado por todos os tipos de corpos, mudando apenas os tamanhos de cada padrão. “Todos os biotipos (tipos de corpo) podem se valer dessa tendência, uma vez que tem sido bem distribuída em estampas pequenas, medias e grandes, em todos os tipos de cortes, em saias, calças, shorts, casacos, camisas. Enfim, é bem democrático”, garante Camila.

Para quem está acima do peso, a personal stylist fala que o ideal é apostar nas estampas menores, que criam menos volume. “Para as mais baixas, uma dica é ousar e apostar em sapatos nude que dão aparência de mais longilínea porque criam mais pele, parecendo ser uma extensão”, completa.

Tags: