Amor & Sexo / Amor & Sexo

Disfunção erétil

O que causa a perda da ereção?

Terça-feira, 03 de Julho de 2012
Terapeuta comenta as principais questões relacionadas a disfunção erétil
A A A
O que causa a perda da ereção? Stock.XCHNG

A perda de ereção durante a relação não é raridade e se caracteriza por ser um momento muito delicado a dois. Talvez muitos casais não saibam, mas a disfunção erétil (incapacidade de manter o pênis ereto para uma satisfatória relação sexual) é uma situação mais comum do que se imagina. De acordo com a terapeuta Ana Canosa, a impotência sexual masculina só se torna um problema quando ela ocorre em quase todas as relações ou frequentemente durante seis meses.

As principais causas da perda de ereção vão desde questões físicas como a obesidade, o uso de drogas e diabetes, até questões emocionais, como situações de estresse, problemas financeiros.

“Tudo que compromete a circulação do corpo – porque o pênis precisa ter livre acesso do sangue aos corpos cavernosos para se ter a ereção -, vai provocar um bloqueio ou uma diminuição do sistema cardiovascular”, explica a terapeuta.

Seja parceira

Caso você enfrente uma situação delicada como esta durante uma relação a dica de Ana Canosa é transmitir tranquilidade. "Tem que dar uma relaxada, descontrair. Não é bom levar isso para uma conversa densa, dramática. Quanto mais tensão e pressão você coloca pior vai ser. As outras relações vão vir com esse medo de não ter uma ereção", explica Ana Canosa. A mulher tem que colaborar e ajudar o homem a superar isso que para ele é tão constrangedor.

Pegue leve

Uma das causas da disfunção erétil nos homens são os problemas emocionais, principalmente quando existe numa relação uma mulher muito desejada pelo homem. “Existe aquele que já vai para a relação com medo de falhar, ou porque a mulher é muito bonita, ou porque a mulher é muito poderosa. Nessas horas, o medo do mau desempenho provoca a falha da ereção". Segundo a especialista, o casal precisa identificar o que está acontecendo e ele entender esta ansiedade para impedir a mesma situação em uma próxima relação. 

Há ainda as questões relacionadas ao estresse, aos problemas financeiros, a incapacidade de lidar com determinadas situações familiares, tudo aquilo que faz o homem se sentir impotente pode provocar a perda de ereção. “É comum também o homem perder o interesse pela parceira, principalmente naqueles casos de uma vida amorosa de longa duração. Tem ainda a questão do cansaço físico. Às vezes ele está ‘morto’, teve um dia muito atribulado, ele até pode ter o desejo, mas o corpo não responde”, conta Ana.

A reação da parceira na cama também pode provocar a perda de ereção. “Tem mulheres que não emitem som algum, não expressam o prazer e os homens são muito ligados nisso”, diz a especialista. 

A disfunção erétil nos homens costuma ser mais frequente depois dos 50 anos, sedentários ou com sobrepeso. "A partir dos 50, a perda é mais comum e a cada década isso vai acontecer com mais frequência, tanto que a estimulação no pênis passa a ser mais importante do que o estímulo visual. O homem de 30 já não. Ele olha uma mulher bonita e tem a ereção, a partir do estímulo visual, daquilo que o cérebro captura”, explica a terapeuta.

Aurora Aguiar

Tags

Leia Também

veja mais
A Introspection desenvolve software de qualidade utilizando metodologia ágil